APÓS ASSALTO, AGÊNCIA DO CORREIOS DE PATU PERMANECE FECHADA

sábado, 10 de maio de 2014
Agência dos Correios em Patu foi alvo de criminosos na manhã desta quinta-feira (24) (Foto: Blog Patu 24 Horas)

No dia 24 de abril de 2014, uma quinta-feira, a cidade de Patu foi abalada com a triste notícia da tentativa de assalto à agência local do Correios, quando foi morto o gerente da agência, Arni Praxedes de Melo, e foi ferido à bala o soldado PM O. Filho (clique aqui).

Na caçada aos criminosos, a força tarefa montada pelas Polícias Militar e Civil do Rio Grande do Norte e pelas Polícia Militar e Civil da Paraíba matou um dos criminosos em troca de tiros na zona rural de Patu (clique aqui) e dias depois descobriu o esconderijo do bando no Município de São Bento-PB (clique aqui).


Depois da trágica tentativa de assalto, entretanto, a agência do Correios de Patu não mais abriu as suas portas para funcionamento.

Mantendo o silêncio que lhe é comum, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos - EBCT não apresenta publicamente qualquer informação, não dizendo à população quando a agência voltará a funcionar, menos ainda o porquê do fechamento tão prolongado.

Quem tem contas a pagar e precisa receber as faturas, tem que telefonar para as empresas credoras para solicitar que as faturas sejam remetidas pelo correio eletrônico ou que códigos de barra sejam fornecidos por telefone, para que não hajam atraso e o consequente pagamento de juros.

Quem é cliente do Banco do Brasil também está prejudicado, já que o Correios funciona como agência postal do BB. E, para este tipo de consumidor especificamente, a situação é pior ainda porque a agência do Banco do Brasil de Patu costuma deixar fora do ar ou funcionando precariamente, com muita frequência, os terminais eletrônicos de autoatendimento, inclusive em dias úteis da semana.

Sem esclarecimento oficial da Superintendência do Correios no Rio Grande do Norte, as conversas de rua dão conta que nenhum funcionário do Correios teria aceitado o cargo de gerente, e por isso a agência patuense ainda não teria sido reaberta. Isto, porém, são especulações de populares.

Outra hipótese para a causa do fechamento da agência do Correios de Patu seria a realização de perícia técnica por parte da Polícia Federal, responsável pela investigação da tentativa de assalto. No entanto, dificilmente uma perícia técnica demoraria tanto tempo para ser realizada.

Por fim, a hipótese menos provável seria a de que a agência estaria fechada para receber investimentos em  itens de segurança, já que a direção do Correios no Rio Grande do Norte anunciou que, diante do grande número de assaltos às suas agências em solo potiguar, no ano de 2014 seria investidos oito milhões de reais em segurança, compreendida como portas com detectores de metais, câmeras e segurança armada (clique aqui).

No entanto, a população somente acreditará que haverá esses investimentos em segurança quando eles realmente acontecerem, pois não é de hoje que os ladrões assaltam agências do Correios em todo o Rio Grande do Norte, colocando em risco a vida de funcionários da empresa e da própria população que usa os serviços da empresa.

Fonte: O Messiense

1 comentários:

Anônimo disse...

abri para morrer outro empregado,o correios não tem estrutura de banco.