NATAL: HOMEM É SUSPEITO DE MATAR A MÃE ESFAQUEADA E QUEIMADA

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014
 Fonte: Portal G1/RN
 Helenilson Rocha (sem camisa) é filho da vítima. Ele foi preso em flagrante e autuado por homicídio e incêndio criminoso (Foto: Elizama Cardoso/Inter TV Cabugi)
 Helenilson Rocha (sem camisa) é filho da vítima. Ele foi preso em flagrante e autuado por homicídio e incêndio criminoso (Foto: Elizama Cardoso/Inter TV Cabugi)

O corretor de seguros Helenilson Donato da Rocha, de 46 anos, suspeito de matar a própria mãe na tarde deste domingo (9) no conjunto Pirangi, em Natal, foi encaminhado nesta manhã para o Centro de Detenção Provisória que fica no mesmo bairro, na zona Sul de Natal. Helenilson foi autuado em flagrante por homicídio e incêndio criminoso. Segundo o delegado Elói Xavier, o corretor causou um incêndio e ainda teria esfaqueado a própria mãe, a aposentada Beatriz Rosalina da Rocha, de 80 anos. O corpo dela foi encontrado carbonizado e com uma perfuração no pescoço. Em depoimento ao delegado, Helenilson negou o crime e se defendeu dizendo que foi um traficante quem invadiu a casa e incendiou o imóvel.

O G1, o diretor do CDP de Pirangi afirmou que o suspeito ficará encarcerado juntamente com outros 61 detentos. "Estamos lotados. Aqui são 40 vagas. Com a chegada deste preso e de outros três agora cedo, chegamos a 62 internos", revelou Geraldo de Araújo.

Lotação:
Antes de chegar a unidade, Helenilson e os outros três detentos estavam na Delegacia de Plantão da zona Sul, no bairro de Candelária, em Natal. Segundo o chefe de investigação da DP, Dênis Araújo, o CDP de Pirangi chegou a não querer receber os detentos em razão da superlotação. "Levamos eles para lá e, a princípio, eles não foram recebidos, pois de acordo com a direção não havia vagas", explicou.

Ainda de acordo com o chefe de investigação, Helenilson deverá ser encaminhado para a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), localizada no bairro da Ribeira, na zona Leste da cidade. "Conversamos com a Deam. Ppor se tratar de um crime contra uma mulher, a unidade é que irá realizar todo o procedimento", disse Dênis.

A prisão:
Helenilson foi preso ainda na tarde deste domingo, logo após o fogo ter sido controlado. Quando os bombeiros chegaram ao local, o corretor estava do lado de fora da casa. “O filho dela estava do lado de fora e aparentava estar embriagado”, relatou o tenente Pedro Henrique, oficial de operações do Corpo de Bombeiros.

Em seguida, de acordo com a polícia, o filho deixou o local e foi para um bar, que fica perto da casa. “Quando a polícia, o filho foi encontrado embriagado. Mas, logo foi embora. Depois ele foi para um bar e ameaçou matar o proprietário do estabelecimento com uma faca. Depois ele voltou para a casa da mãe, onde foi preso”, explicou o delegado Elói Xavier.

Com Helenilson, os policiais encontraram uma faca. "Encontramos uma faca de cozinha com manchas de sangue dentro do bolso dele. Ele nega que tenha matado a mãe e ateado fogo na casa. Porém, a faca que estava com ele, inclusive, foi a mesma que ele usou para ameaçar o dono de um bar, exigindo um carro para fugir", revelou Elói.

Ainda de acordo com o delegado, o suspeito se defende dizendo que foi um traficante quem invadiu a casa e incendiou o imóvel. “Ele mente. Tenho certeza absoluta que foi ele. Só estavam ele e a mãe em casa. Tanto que o autuei em flagrante por homicídio e incêndio criminoso”, acrescentou o delegado. A faca apreendida foi enviada para perícia no Instituto Técnico-Científico (Itep).

Corpo de Bombeiros foram chamados para controlar incêndio que matou idosa em Pirangi, na zona Sul de Natal (Foto: Elizama Cardoso/Inter TV Cabugi) 

NOTA DO PATUNEWS: A vítima é oriunda da região seridó do estado, mas tem parentes residindo em Patu.

0 comentários: