MULHER FOI BRUTALMENTE ASSASSINADA EM PATU

sábado, 4 de janeiro de 2014
 
Neste sábado (04), por volta das 09:30 horas, o mau elemento Allyson Lourenço, mais conhecido por "CAMBOTA" 20 anos de idade, desfereriu várias cutiladas de faca peixeira na senhora Albaniza Bento de Oliveira (foto), 56 anos de idade, que residia na rua Braz Cirino de Moura, no centro de Patu.
Segundo informações repassadas ao blog, a senhora Albaniza se encontrava nas proximidades de sua residência quando o elemento conhecido por Cambota se aproximou e desferiu várias cutiladas de faca peixeira na vítima, que foi socorrida para o hospital municipal de Patu e em seguida foi transferida para o Hospital Regional Tarcísio Maia em Mossoró, falecendo quando se encontrava na sala de cirurgia.
As informações dão conta de que havia uma desavença entre a vítima e o homicida, o qual já havia agredido a vítima, chegando a quebrar um braço da mesma.
Este foi o primeiro homicídio registrado em Patu no ano de 2014 e o mais agravante que foi contra uma mulher, ajudando a engrossar as estatísticas de violência contra mulheres, que já tem índice elevado no município. 

NOTA DO PATUNEWS: Já circulam nas redes sociais vários protestos contra o ocorrido, em alguns casos culpando a polícia pelo ocorrido, mas essas pessoas estão esquecendo que a principal culpada por esses altos índices de violência em Patu é a própria sociedade, pois quando esses homicidas se submetem ao tribunal do júri são absolvidos pela sociedade patuense, como ocorreu na última pauta do júri, que absolveu todos os réus, inclusive os assassinos de mulheres. Quem está protestando hoje, se cair no corpo de jurados para julgar esse elemento, muito provavelmente vai absovê-lo. Pense nisso.   

7 comentários:

Anônimo disse...

Na minha opinião esse juris deveriam ser formados por pessoas de outras cidades. Assim evitava aquelas velhas visitas a noite na casa dos jurados da cidade.

drlair disse...

Concordo com suas afirmações Vieira, e acrescento:
São os ricos desse país, principais consumidores de drogas, quem patrocina o crime organizado.
Como é possível que nas pequenas cidades a polícia não consiga saber onde se encontra e quem comanda o tráfico ?
Só a educação formal e familiar com a ajuda das religiões podem mudar esse quadro.

Anônimo disse...

É ISSO MESMO OS CULPADOS SÃO QUEM COLOCA ESSE TIPO DE GENTE NA RUA .PQ VÃO A JURI É PRA CONDENAR PESSOAS DESSE TIPO CADEIA NELES!

Anônimo disse...

É ISSO MESMO OS CULPADOS SÃO QUEM COLOCA ESSE TIPO DE GENTE NA RUA .PQ VÃO A JURI É PRA CONDENAR PESSOAS DESSE TIPO CADEIA NELES!

Anônimo disse...

juris na minha opinião era para ser alunos de direito, pois teria + condenações em nossa comarca..

Anônimo disse...

um crime deste não era para ter juri, era para ser executado em praça pública, este crime foi uma covardia este elemento era para morrer, pq a justiça ñ decretou a prisão dele quando agrediu a vítima na 1ª vez, teve JUSTIÇA, este é meu desabafo

Anônimo disse...

PUBLIQUE A FOTO DESTE ELEMENTO, A POPULAÇÃO TEM Q VÊ A CARA DO COVARDE, MATADOR DE MULHER, 1º SINAL DE CABRA RUIM