O QUE ERA POUCO ACABOU: FALTA D'ÁGUA CAUSA TRANSTORNOS AOS PATUENSES

quinta-feira, 8 de agosto de 2013
Falar de falta d'água em Patu não é novidade, principalmente nos bairros periféricos onde há anos não pinga uma gota d'água sequer, e os moradores  têm que conviver com essa situação absurda e a mentira dos governantes e políticos em geral, inclusive os locais que vêm prometendo solucionar o problema e até agora nada. 

O ministério público entrou com uma ação na justiça ou recomendou a suspensão da cobrança da conta d'água (não sei bem qual foi o procedimento) nos locais onde o abastecimento era irregular. A CAERN de pronto atendeu a orientação do ministério público e há vários anos não vem cobrando a conta d'água de diversos usuários onde o abastecimento continua irregular, causando com isso um enorme prejuízo financeiro a CAERN e consequêntemente aos cofres públicos, que de quebra recai sobre os contribuintes, pois a CAERN infelizmente é uma empresa pública, bancada com o dinheiro dos contribuintes.

Já está na hora do ministério público cobrar dos dirigentes da CAERN a solução do problema, afinal de contas foi investido muito dinheiro para construir duas caixas d'água e ampliar o sistema de abastecimento, que prometia resolver o problema da falta d'água em Patu, mas até agora nada. Essas caixas começaram a ser construídas ainda no governo de Iberê, sendo paralisado quando Rosalba assumiu o governo e até agora passados quase três anos do seu (...)governo, o serviço ainda não foi concluído. Está na hora de enquadrar quem responsável for, por pelo menos o crime de prevaricação (Consiste em retardar ou deixar de praticar ato de ofício, ou praticá-lo contra disposições legais, por interesse ou má-fé, geralmente, cometido pelo funcionário público), pois deixando de resolver o problema do abastecimento d'água de Patu, estão causando prejuízos aos cofres públicos e muito mais prejuízos a população.

O que deve ser apurado, inclusive pelo ministério público, é a constante retirada de água por carros-pipas da estação elevatória da adutora Arnóbio Abreu, que fica localizada às margens da BR 226 nas proximidades da zona urbana de Patu, pois ainda não foi explicado para onde está sendo levada essa água e qual a finalidade de se retirar essa água direto da adutora e sobretudo, qual a legalidade dessa retirada e se essa retirada não está atrapalhando ainda mais o abastecimento em Patu?

Recentemente foi feito um protesto em Patu pela não ampliação do Centro de Detenção Provisória, já está na hora de fazermos um grande protesto pela regularização definitiva do abastecimento d'água em Patu, pois essa situação é absurda e inaceitável. 

PRIVATIZAÇÃO DA CAERN JÁ!
PROTESTE!
QUEREMOS ÁGUA!
AVANTE JOVENS!  

NOTA: Quando vi aquele anúncio de que o abastecimento das cidades atendidas pela adutora Arnóbio Abreu iria ser suspenso por dois dias, já tinha certeza que pelo menos no bairro onde moro a falta d'água iria perdurar por pelo menos um mês. 

4 comentários:

Anônimo disse...

cade os politicos que aparecem de 4 e m 4 anos para pegar o voto da populaçao e agora da as costas para o problema.

Anônimo disse...

Água é um patrimônio da humanidade, não deve ser privatizada, os políticos é q deveria criarem vergonha na cara e resolver o problema.Falta investimento do governo.


Anônimo disse...

ola pessoal do setor de comunicação da CAERN, vim aqui falando como consumidor, é que há mais de 15 dias que os municípios abastecidos pela médio oeste estão sofrendo coma falta d´água e a Caern não faz nenhum pronunciamento com relação a este problema. Bem como, ficamos nos escritórios atados sem nenhuma informação concreta sobre o assunto, é toda hora chegando consumidor com as faturas mostrando que o consumo esta vindo zero ( 0 ), outrora, a pouca água que esta chegando na casa dos consumidores além de pouca (fraca) esta com mau cheiro.
pensando no melhor para a visibilidade da empresa, falo isso como sugestão para que as críticas sejam amenizadas pela imprensa, e ciente que logo logo o problema será resolvido. ficarei no aguardo.

Anônimo disse...

Talvez o ano que vem tem agua mate acharada so que os pilantrans estão de olho no seu voto