ÚLTIMA TURMA DE SOLDADOS FORMADA NA COMPANHIA DE PATU COMPLETA 25 ANOS DE CORPORAÇÃO

sexta-feira, 21 de junho de 2013
Turma de alunos Soldados 1988 tendo a frente o então Capitão PM Marcos Rodrigues Pinheiro (hoje Coronel Bombeiro da Reserva Remunerada), comandante da Companhia de Polícia Militar de Patu na época (3ª CPM/2º BPM).

Os alunos Soldados em sala de aula. Em destaque os alunos VIEIRA, BATISTA e AURÉLIO.

Parece que foi ontem que acordei muito cedo com a expectativa de iniciar o curso de formação de soldados na então 3ª Companhia de Polícia Militar de Patu, na época pertencente ao 2º Batalhão PM com sede em Mossoró.

Parece que foi ontem que via ASSIS de Celso das bananas chegar na Companhia conduzindo uma enorme mala e ser obrigado pelo rígido Capitão Marcos a correr pelas ruas de Patu com essa mala na cabeça.

Parece que foi ontem que via o aluno AURÉLIO (hoje Cabo Aurélio), chegar na Companhia impecavelmente vestido, parecendo até que ia participar de uma festa de gala, inclusive calçando um sapato branco e ser obrigado a sair correndo pelas ruas de Patu da maneira que estava, ou seja, vestido socialmente.

Parece que foi ontem que via o Capitão Marcos determinar ao aluno Lindoberg (hoje Sargento Lindoberg), que se apresentasse na guarda do quartel ao Sargento ALVES e dissesse que o Capitão tinha mando lhe prender, por este não ter sentado numa poça d'água quando determinado pelo Capitão e nesse momento fiquei me tremendo mais do que vara verde.

É! Parece que foi ontem, mas no último domingo, dia 16 de junho, a segunda (a primeira foi em 1987) e última turma de soldados formada na Companhia de Patu, a turma do ano de 1988 completou 25 anos de corporação.

Se não estou enganado a turma era composta por 47 alunos, sendo que a grande maioria ficou na Companhia de Patu e cerca de  15 soldados recém formados foram para a Companhia de Alexandria, já que eram oriundos daquela unidade.

As duas turmas de soldados formadas na Companhia de Patu (1987 e 1988) fizeram a diferença na segurança pública de Patu e região, já que todos ficaram servindo na região e houve um acréscimo significativo no efetivo da Companhia de Patu. 

Quero aqui me confraternizar com todos os colegas de turma que ainda estão na labuta e me solidarizar com os familiares dos colegas que já faleceram.

Gostaria muito de nominar todos daquela inesquecível turma de Soldados de 1988, mas infelizmente não foi possível.

Fica aqui o agradecimento aos nossos mestres, o então Capitão MARCOS, comandante da Companhia e diretor do curso, o então Tenente Brito, (hoje Major da reserva), ao Subtenente MATIAS, os Sargentos ALVES (hoje Subtenente da reserva), GURGEL (hoje 1º Tenente), CARNEIRO (1º Sargento), PEDRO (subtenente da reserva), NOGUEIRA (hoje Subtenente). Os agradecimentos também ao então Cabo Apolinário, hoje Subtenente.

4 comentários:

Anônimo disse...

amigo VIEIRA Assis até hoje lembra da mala, e guarda com todo carinho a famosa mala de madeira, que pesava aproximadamente uns 50 quilos,

Anônimo disse...

Vieira assim como tu lembra de todos estes fatos ocorridos, deve senti muitas saudades do seu cabelo também né rsrrsrsr nesse tempo tu ainda tinha!...

Anônimo disse...

na foto, atrás de você Vieira, esta meu amigo, Sgt Elieseu, se não me engano...


naquela época a PM tinha "status" de EXERCITO, alias estávamos saindo de uma DITADURA e a imensa maioria dos seus Oficias participaram, carregando assim em rigidez nos seus ensinamentos... e em respeito! pois não só [a PM] era temida pelos bandido quanto pelos NÃO BANDIDOS... e esse temor [saudável] moldava a índole dos jovens... lembro-me d'eu criança, meu irmão na época, então CABO da ativa, me mandando para casa, SIMPLESMENTE, por estar nas ruas perambulando... ou de quando a PM tomava a BOLA do meninos que bagunçavam nos becos das casas, PERDI MUITAS BOLAS kkk mas aprendi a não bagunçar! e me tornei mais CASEIRO procurando o "estudo"


imaginem isso nos dias de hoje?

Anônimo disse...

Vieira vc esqueceu do bigode de Assis.