EM NOITE E MADRUGADA VIOLENTA 12 PESSOAS FORAM ASSASSINADAS NO RN

quarta-feira, 1 de maio de 2013
Foto: Igor Jácome G1
Noite e madrugada violentas no Rio Grande do Norte. Pelo menos 12 pessoas foram assassinadas (Foto: Marcelino Neto)


Pelo menos 12 pessoas foram mortas entre a noite da terça-feira (30) e a madrugada desta quarta-feira (1º) no Rio Grande do Norte, segundo informações da Polícia Militar. Seis destes assassinatos aconteceram em Macaíba, na Grande Natal. De acordo com o tenente Valcácio, do 11º Batalhão da PM, foram três duplos homicídios, todos com características de execução. Os outros crimes aconteceram em Natal, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Mossoró, Afonso Bezerra, onde marido e mulher foram executados dentro de casa.

Entre as outras vítimas, estão três moradores de rua. Em Mossoró, uma cearense foi morta a facadas. Em Parnamirim, uma criança de 11 anos foi morta por espancamento. A mãe dela, que também sofreu agressões, foi socorrida ao hospital e encontra-se internada em estado grave.

Ainda de acordo com a PM, dois moradores de rua foram mortos a tiros ao lado do Mercado Público de Macaíba. Um homem de 50 anos e uma mulher ainda não identificada foram executados por volta de 1h27 da madrugada.

Na mesma cidade, jovens de 16 e 21 anos foram assassinados dentro de casa. O crime aconteceu na comunidade de Mangabeira. Segundo relato de testemunhas, eram 3h30 da madrugada quando três homens chegaram em um carro preto, invadiram a casa e efetuaram vários disparos.

Um casal de namorados também foi morto em macaíba. Aconteceu pouco depois da meia-noite. “Em todos os casos, os crimes têm características de execução. Os criminosos já chegam atirando”, afirmou o tenente.

Parnamirim:
Mãe e filha foram atacadas na Fazenda Horizonte, no loteamento Elias, em Parnamirim, também na Grande Natal. O crime aconteceu nas proximidades do terminal de ônibus da linha 2. As vítimas foram encontradas às 5h30 por trabalhadores da fazenda. Elas apresentavam marcas de pancadas na cabeça.

A polícia disse que as duas ainda foram socorridas para ao Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, mas a criança, identificada como Samara Pereira de Lima, não sobreviveu. Há informações de que a mãe, Adriana Pereira, encontra-se internada em estado grave.

Outro corpo, desta vez de um homem, foi encontrado com marcas de tiros no início da manhã desta quarta em Parnamirim. O crime foi registrado no bairro Bela Vista. A polícia ainda não tem detalhes sobre o ocorrido.

São Gonçalo do Amarante:
Um auxiliar de mecânico, de 32 anos, foi morto a tiros quando se recusou a entregar sua motocicleta a assaltantes em São Gonçalo do Amarante. A PM contou que o homicídio ocorreu por volta das 18h30 da terça-feira (30), na comunidade de Guanduba. A vítima foi atingida por dois tiros no abdômen. 

Natal:
Na capital, por volta das 22h20 da terça, um homem de 33 anos foi executado próximo à estação ferroviária no bairro de Igapó. De acordo com a polícia, o local é frequentado por usuários de drogas, mas ninguém presenciou o crime. A vítima morreu com vários disparos na cabeça e no abdômen. Para a polícia, o crime pode ter sido motivado por dívidas com o tráfico.

Mossoró:
Uma moradora de rua, de 27 anos, foi assassinada a golpes de faca em Mossoró. O homicídio aconteceu por volta de 1h da madrugada, no bairro Aeroporto. A polícia contou que a mulher, uma cearense identificada como Maria Eliete Sales, de 27 anos, natural da cidade de Sobral, estava dormindo na rua Felipe Camarão quando foi atacada e sofreu quatro facadas. Testemunhas viram um homem suspeito saindo do local. Ao lado do corpo foram encontrados alguns exames médicos e a certidão de nascimento da vítima.

Afonso Bezerra:
Um casal foi executado dentro de casa pouco antes de criminosos explodirem caixas eletrônicos da agência do Banco do Brasil em Afonso Bezerra. Segundo a PM, pelo menos dois veículos se aproximaram da casa das vítimas, no bairro Cabugi, e homens fortemente armados invadiram a residência do casal. Os filhos, que estavam no local, foram colocados pelos criminosos em um quarto para que não presenciassem a morte dos pais. Iranildo da Silva Costa, conhecido como Gadague, e a mulher dele, identificada apenas como Rosangela, foram mortos com tiros de espingarda calibre 12.

Fonte: Portal G1/RN



0 comentários: