MOSSORÓ: POLÍCIA CIVIL ELUCIDA SEIS HOMICÍDIOS ACONTECIDOS NA SEMANA SANTA

quinta-feira, 11 de abril de 2013

O delegado Roberto Moura (foto), da Delegacia de Homicídios de Mossoró, disse que a Policia Civil já têm os nomes dos autores dos seis homicídios que aconteceram durante a Semana Santa em Mossoró, ou seja, do período de 28 a 31 março desde ano.

Foram assassinados na semana santa:
Francisco Francimar Cardoso, de 25 anos – dia 28 de março;
Francisco de Assis Paiva de Souza, o Chico Padeiro, de 35 anos – dia 28 de março;
Jocivan Gomes da Silva, de 25 anos – dia 29 de Março;
Edgleson do Amaral Alves, o Faustão; de 17 anos – dia 31 de março;
Diego Simões da Silva Santos, de 21 anos – dia 31 de Março;
Jaclenilson Costa da Silva, de 26 anos – dia 31 de Março

Quem matou quem
O delegado Roberto Moura disse que Francisco Francimar foi assassinada a facada pelo primo, José Marcos de Lima, preso e autuado em flagrante no dia do crime, 28 de março.
Está preso em Caraúbas aguardando julgamento. Ele já teria matado outras pessoas.
Já Francisco de Assis, o Chico Padeiro, residente no bairro Belo Horizonte, segundo o delegado Roberto Moura, foi assassinado por Marcos Junior Dantas de Freitas. Neste caso, os agentes descobriram o autor do crime e o suspeito se apresentou e confessou.
Vai responder em liberdade.
O pintor Jocivan Gomes, assassinado no dia 29 de março perto do Posto de Saúde do Bairro Santo Antônio e Edgleuson do Amaral, morto no dia 31 na Rua José Damião do mesmo bairro, segundo o delegado Roberto Moura, foram vítimas de um menor.
Neste caso, a legislação não permite divulgar nada que identifique o autor dos crimes, que já seria autor de outros homicídios em Mossoró. O caso vai para a Delegacia do Menor.
Diego Simões e Jaclenilson Costa, que foram baleados no Bar do Jacaré, no bairro Bom Jesus, na tarde do dia 31 de março, o delegado Roberto Moura disse que quem praticou este crime foram dois irmãos, sendo um fugitivo da Penitenciária Agrícola Mário Negócio.
Além dos dois que foram mortos, também foi baleado na mesma ocasião Magno de Oliveira da Silva. O delegado Roberto Moura disse que estas mortes estão relacionadas com a guerra entre membros de gangues do Planalto 13 de Maio e a favela do Pirrichil.
O duplo homicídio e a tentativa foram praticados por Adeirton Carvalho da Silva, que estava preso na Mário Negócio acusado de matar Damião Gilson de Moura, em 2007, e havia fugido em novembro de 2012. O irmão dele, o delegado Roberto Moura pediu para não divulgar o nome para não atrapalhar as investigações.
Adeirton e o irmão estão foragidos.
Fonte: Portal de Fato/Retrato do Oeste
Por Cézar Alves

0 comentários: