BANDIDOS FORTEMENTE ARMADOS PROMOVEM ARRASTÃO EM AGÊNCIAS BANCÁRIAS DE BOM JESUS-PI

sábado, 16 de fevereiro de 2013
A Polícia Militar do Piauí fecha cerco em busca dos 15 assaltantes que roubaram agências dos Bancos do Brasil e Bradesco em Bom Jesus. De acordo com a polícia, os cerca de 10 reféns foram liberados na tarde desta sexta-feira. Mais de 100 homens foram enviados à Bom Jesus, além de duas aeronaves, que sobrevoam a região de Caracol com reforço do Bope.

Em nota, o governo do Estado informa que não há mais reféns em poder da quadrilha. Segundo o tenente-coronel Sá Júnior, após a liberação de todos os reféns, a PM começou a perseguir os assaltantes. “Tínhamos que preservar as vidas”, diz, enfatizando que a quadrilha está cercada no povoado Baixão das Ovelhas, em Santa Luz. 

Fotos: Emiliano Amorim
Policiais iniciam buscas pelos 15 assaltantes na zona rural

Segundo o comandante da PM, coronel Gerardo Rebelo, a Polícia Militar deslocou contingente com agilidade. “Já fechamos o cerco nas principais vias de acesso à cidade, inviabilizando a saída dos suspeitos”, explica.  O reforço da PM se dá em duas vertentes: terrestre e aérea, obstruindo todas as vias de acesso ao município e ainda há o apoio da Polícia Militar na Bahia.

Sede do quartel da PM, atingida por balas

Segundo o tenente-coronel Sá Júnior, coordenador de Relações Públicas da PM, a operação vai durar até solucionar o caso e prender todos os assaltantes. “Eles estão numa área rural de difícil acesso, mas a PM vai atuar até solucionar o caso por completo”, diz.

Reféns do lado de fora da agência, durante a ação

Os assaltantes estão cercados e a pé, em zona rural. Neste momento, a PM está em alerta, com todas as saídas obstruídas, inclusive, fiscalizam a área de um aeroporto clandestino na região de Guaribas.

Ao menos 15 homens armados provocaram terror em Bom Jesus ao assaltar dois bancos, atirar a esmo, fazer pessoas de escudo e fugir com reféns. Três pessoas ficaram feridas. A ação durou cerca de 50. 

Cerca de cem pessoas que estavam no banco, entre clientes e funcionários, tentaram se proteger dos tiros, segundo a PM e testemunhas. 

Todos os integrantes da quadrilha usavam máscaras. Um dos homens questionou quem era o gerente da agência e onde ficava o cofre.

"Um deles gritava pedindo para ninguém reagir e mandou que fizéssemos uma fileira, com os homens na frente", relata o trabalhador rural José da Cruz Barbosa, 42, que estava no banco.

Clientes, funcionários e seguranças saíram enfileirados, servindo de escudo humano em um trajeto de 60 metros até uma agência vizinha, do Bradesco. 


Foto: Emiliano Amorim

A Polícia Militar do Piauí informou que mais de 15 homens realizam assaltos aos bancos do Brasil, Bradesco e Correios, no município de Bom Jesus (a 632 km de Teresina), na manhã desta sexta-feira.

Foto: Emiliano Amorim

Oito pessoas foram atendidas no Hospital Regional, a maioria com crise nervosa. O médico cirurgião, Ângelo Sena, informou que duas pessoas ficaram feridas durante a ação dos criminosos. Um  rapaz foi atingido com fragmentos de balas no tórax e a outra com coronhadas de revolver na cabeça.

“Já fizemos exames e o fragmento de bala não atingiu o pulmão e ele passará por cirurgia e não tem risco de morte. O rapaz ferido com a coronhada já foi medicado e teve alta”, disse o médico.

Foto: Emiliano Amorim

A Polícia nega que tenha 20 reféns, mas avalia que tenha de 8 a 10 reféns, devido à quantidade de veículos usados durante os assaltos. A Polícia não tem precisão do número de pessoas levadas, devido à confusão e o tiroteio durante ação criminosa.

A cidade ainda está em pânico. O clima é de terror e medo, segundo moradores ouvidos pelo Cidadeverde.com, devido os tiros.

Cerco da Polícia

O capitão Walter Pinto informou que 35 policiais estão nesse momento cercando os assaltantes na divisa das cidades de Santa Luz e Guaribas. A força tática de Corrente e Caracol já foram acionadas e estão em Bom Jesus dando reforço à operação.

De acordo com o capitão, é provável que mais de 15 homens tenham participado dos assaltos. A polícia acredita que eles estejam a pé, já que abandonaram os veículos utilizados na fuga. "Eles fugiram em quatro carros. Dois foram queimados a 20 km de Bom Jesus e os reféns foram liberados. Os outros automóveis foram abandonados mais a frente. Acreditamos que eles estejam a pé, tentando fugir pelo mato", disse.

A polícia acredita que o bando utiliza fuzil, metralhadoras e pistolas. O capitão negou que haja baleados. "Apenas uma pessoa está ferida, mas foi o estilhaço de uma capsula de fuzil que a cortou. Não foi um tiro. Nenhum policial ou popular foi baleado durante o tiroteio", enfatizou.


Foto: Emiliano Amorim

O tenente coronel Sá Júnior, nega que  tenha policial morto ou feridos, até agora. Helicóptero, tropa de choque e Gate foram deslocados na busca dos assaltantes.

Atualizada às  12h

A Polícia Militar de Bom Jesus faz diligências para capturar a quadrilha que realizou assalto as agências do Banco do Brasil e Bradesco que estão rumo ao município de Santa Luz. Na fuga, dois veículos foram queimados e alguns reféns foram liberados no caminho. Um helicóptero da Polícia Militar  foi deslocado ao município e sobrevoa a região no intuito de capturar os assaltantes.

Fotos: Whindersson Nunes

"As informações que temos no momento é que apenas uma pessoa ficou ferida e que seguranças foram liberados no meio do caminho. Eles andavam em três veículos, queimaram dois e seguiram no outro", relata José de Anchieta, chefe de investigação da Polícia Civil.

Fotos: Whindersson Nunes

Um dos carros usados na fuga foi incendiado pelos bandidos. Segundo populares, os reféns foram liberados. Porém, não há informações ainda sobre a existência de feridos em decorrência da troca de tiros com a polícia.

Fotos: Whindersson Nunes

A população está assustada. Nas ruas, o saldo do tiroteio são carros crivados de bala e as paredes da igreja catedral de Nossa Senhora das Mercês também foram atingidas.

O comando da Polícia Militar deslocou homens do GATE e RONE de Teresina e grupamentos táticos das cidades vizinhas a Bom Jesus para auxiliarem na captura dos 10 assaltantes que promoveram um tiroteio durante assalto às agências do Banco do Brasil e Bradesco no município do sul piauiense.

Fotos: Whindersson Nunes

Segundo a PM, os bandidos fugiram levando cerca de 20 reféns em direção a Cristino Castro.

A polícia ainda não tem contabilizado o montante de dinheiro levado na ação.

Cerca de 10 bandidos fecharam o município de Bom Jesus durante assalto a duas agências bancárias, na manhã desta sexta-feira (15), por volta das 10h. De acordo com o capitão Walter Pinto, o bando acaba de fugir rumo ao município de Cristino Castro levando cerca de 20 pessoas como reféns. O comandante da operação acrescenta ainda que o veículo de um cliente também foi levado durante a ação criminosa.

"Eles assaltaram as duas agências que ficam a menos de 10 metros uma da outra. A população está aterrorizada pois na fuga eles efetuaram ainda mais disparos. Ainda não temos informações sobre a quantia de dinheiro saqueada", complementa Pinto.


Antes dos assaltos, a quadrilha chegou a provocar a Polícia metralhando o quartel da Polícia Militar que fica no mesmo quarteirão das agências bancárias, no Centro de Bom Jesus. Veja vídeo:


0 comentários: