TENTATIVA DE HOMICÍDIO NA ZONA RURAL DE PATU

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013
O anunciado homicídio que teria ocorrido na zona rural de Patu, na verdade não passou de uma tentativa. Segundo informações da vítima, a pessoa de Genildo Alves, mais conhecido por "Bicudo", 56 anos de idade, vaqueiro do casal de agropecuaristas Jair Simião e a ex-vereadora Maria Helena Gentil, o mesmo se encontrava em uma das casas da fazenda Logradouro, localizada na zona rural de Patu, pertencente ao casal, juntamente com sua companheira, quando por volta das 19:00 horas a mesma percebeu a aproximação de dois homens encapuzados que vinham se aproximando sorrateiramente em direção a porta da frente da casa, onde estava sentada a companheira de "Bicudo", momento em que esta correu em direção a porta da cozinha, por onde saiu correndo em busca de abrigo nas casas vizinhas, tendo nesse momento segunda a mesma, escutado quando um dos elementos ordenou para o outro que atirasse no seu companheiro "Bicudo", que logo em seguida disse ter escutado disparos de arma de fogo. Pensando que seu companheiro tinha sido atingido pelos disparos, pois não houve tempo do mesmo correr, a companheira de "Bicudo" ligou imediatamente para sua patroa Maria Helena Gentil e informou que haviam assassinado "Bicudo" e por sua vez Maria Helena Gentil ligou para o telefone 190 da Companhia de Polícia Militar de Patu e comunicou que haviam assassinado o vaqueiro de sua fazenda, sendo o fato comunicado também a Polícia Civil e o Delegado Sandro Reges chegou a acionar uma equipe do ITEP de Mossoró.
Segundo a vítima Genildo Alves, ao perceber a aproximação dos dois elementos, que se aproximaram bastante e um dos elementos apontou um revólver em sua direção, momento em que partiu para o ataque e segurou sobre o tambor do revólver, tendo nesse momento sido efetuado um disparo que não chegou a lhe atingir e assim permaneceram agarrados por muito tempo, indo de encontrou a uma residência vizinha, onde a vítima conseguiu desenvencilhar do agressor e correr para o interior da residência, momento em que foi efetuado mais um disparo em sua direção, tendo atingido a porta da residência. 
Segundo ainda a vítima, é possível que o outro elemento estivesse desarmado, pois o mesmo não sacou arma e nem esboçou reação diante da resistência da vítima.
Uma equipe da Polícia Civil e outra da Polícia Militar compareceram ao local, sendo feito os levantamentos de praxe.     

0 comentários: