EMPRESA APROVEITA MÃO DE OBRA CARCERÁRIA DE APENADOS DO CDP DE APODI

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

 Empresário Bráulio Ribeiro

Sede da empresa Cristalina do Oeste

APODI – Enquanto poucas empresas contratam detentos por causa do preconceito, em Apodi a Empresa Cristalina do Oeste que atua no campo da industrialização de Água Mineral, tem dado bom exemplo e vem contribuindo para a ressocialização dos apenados do Centro de Detenção Provisória de Apodi (CDP), aproveitando a mão de obra carcerária, contratando os reeducandos que cumprem pena no regime semi-aberto na Comarca apodiense.

De acordo com o gerente da Empresa Cristalina do Oeste, empresário, Bráulio Ribeiro, as contratações são realizadas de acordo com as necessidades da empresa. “Já fizemos várias contratações e posso dizer que até agora nem um dos reeducandos que contratamos causou problemas, muito pelo contrário, a exemplo dos demais funcionários, têm demonstrado determinação e vontade de trabalhar”, comentou Bráulio Ribeiro.

Atualmente no Centro de Detenção Provisória de Apodi (CDP) existem cerca de 30 apenados cumprindo pena no regime fechado e 12 no semi-aberto. Todos recebem tratamento digno. Todos os Agentes Penitenciários da unidade tem trabalhado pela ressocialização dos apenados. O CDP de Apodi é coordenado pelo agente Airton Lucena do Carmo, que com o apoio de todos os agentes tem realizado uma excelente gestão.

Para o empresário, Bráulio Ribeiro, a sociedade precisa dar oportunidade ao preso do semi-aberto, pois assim ele volta a ser um cidadão e ser útil a sociedade, creio que discriminando, a situação pode piorar.

Quase todo apenado do CDP de Apodi, quando muda do regime fechado para o semi-aberto, tem emprego garantido na Cristalina do Oeste, basta apenas ter bom comportamento carcerário. “A idéia do aproveitamento da mão de obra carcerária em Apodi, surgiu a partir de entendimentos da nossa empresa com o agente penitenciário Marcio Morais que atua no CDP de Apodi, sempre ele tem encaminhado os apenados e nós realizamos a contratação, mas o nosso desejo é ampliar essa parceria com a participação da Secretaria de Justiça e Cidadania, Ministério Público Estadual e do Poder Judiciário”, concluiu Bráulio Ribeiro.

Fonte: Jornal O Vale do Apodi
Fotos: Márcio Morais

0 comentários: