UMARIZAL: JUSTIÇA ELEITORAL FRUSTA TENTATIVA DA COLIGAÇÃO "RESPEITO PELO POVO" DE CALAR IMPRENSA

sexta-feira, 14 de setembro de 2012
A Justiça Eleitoral indeferiu a representação judicial da coligação ‘Respeito pelo Povo’ que pedia a retirada imediata da propaganda eleitoral irregular veiculada nos blogs Umarizal em Fotos – Léo Silva -, Gente que Faz e Acontece – Walter Baptista – e Umarizal Completo – Cleumy Cândido Fonseca.

Segundo a decisão do Juiz, a coligação “Não trouxe qualquer comprovação das postagens que considera Irregular. Limitando-se a sua transcrição”. “Assim, a presença do fumus boni juris, que concerne à verossimilhança da pretensão deduzida em juízo, não se apresenta identificável de plano”.

“Ante o exposto, não conjugados os pressupostos normativos, INFERIFO a liminar postulada”. Destaca a decisão do juiz Breno Valério Fausto de Medeiros.

Decisão repercute em redes sociais.

A atitude da coligação Respeito pelo Povo em entrar com processos contra blogueiros foi vista como negativa pra campanha do grupo. Usuários da rede social facebook manifestaram revolta com a atitude através de postagens e comentários.

Um dos usuários da rede publicou “Agora a oposição está querendo denunciar os blogueiro de nossa cidade, que tanto desespero é esse, nunca tinha visto isso em Umarizal”. Um outro comentou “Existem tantas outras coisas a se preocupar”.

Em uma das páginas da rede social foi postada a seguinte texto por uma usuária “Não é de revolta o meu sentimento, também não é de indignação. Na verdade mesmo, o sentimento que explode nesse momento no meu peito pela OPOSIÇÃO é de muita pena. Tentar calar a voz da IMPRENSA, gente, que absurdo, isso me lembra o tempo da Ditadura Militar, o exílio de Gil e Caetano quando ambos tiveram na época do Tropicalismo cerceada a sua liberdade de expressão, e em Londres por um longo período ficaram exilados, felizmente foi nessa ocasião que eles artisticamente criaram composições históricas, engradecendo dessa forma a nossa cultura musical. Mas veja, bem, querida OPOSIÇÃO, ninguém vai sair daqui, não, viu? E bem diferente daquele tempo, a imprensa é livre, e vai continuar desempenhando o trabalho deles, e vamos acabar com essa 'conversinha' de que ela está sendo 'tendenciosa', que coisa!”

Nas ruas a notícia de que a coligação entrou na justiça contra blogs também não foi bem recebida. Um cidadão que não quis se identificar disse que “foi um tiro no pé” tal atitude, o que “acaba por repercutir drasticamente ruim para a coligação”.

Eles bem que tentaram, diz blogueiro

Os blogueiros Léo Silva, Raniele Gomes e Walter Baptista disseram que já esperavam o resultado. “Eles bem que tentaram, mas a vida segue. Sempre trabalhamos com seriedade. Acho que até o juiz sabe disso. Sempre divulgamos todos os eventos da coligação da mesma forma que registramos a da coligação da situação. Não dá pra compreender. Prestamos um serviço que toda cidade elogia. Divulgamos esta cidade, cidade esta que eles esperam administrar e acho que não é bom começo. Atacar os cidadãos que prestam serviço a essa terra. Foi a primeira vez desde que cheguei a essa cidade que hoje tenho no coração que me senti tão decepcionado com as pessoas daqui. Ainda bem que são uma minoria”, comentou Leo Silva, autor do Uzl em Fotos – O Retrato da Notícia.

A insatisfação com a ação da coligação foi demonstrada também pelos autores dos blogs Raniele Gomes e Gente que Faz e Acontece. “Foi uma atitude antidemocrática. É voltar ao passado ao tempo de ditadura. Toda censura é burra, mas parabéns ao Juiz por sua decisão”, disse Raniele que apesar de não ter sido citado na ação desaprovou a atitude.

Walter se reservou a comentar: “Uma atitude baixa”, mas prometeu repercutir o fato em seu blog. 
.
Fonte: Umarizal em Fotos

0 comentários: