DIVULGAÇÃO DE SUPER SALÁRIOS CAUSA INDIGNAÇÃO NA POPULAÇÃO

segunda-feira, 30 de julho de 2012
Cledna Maria Pereira, ASG, clama por uma menor desigualdade salarial. (Elias Medeiros/Esp. DN/D.A Press)
Cledna Maria Pereira, ASG, clama por uma menor desigualdade salarial.

Enquanto um terço do povo brasileiro sobrevive com apenas um salário mínimo, no valor atual de R$ 622,00 do outro lado da moeda existem os "tubarões", que recebem os chamados supersalários. Com a divulgação das remunerações de parte das autarquias públicas do Executivo e do Judiciário do Rio Grande do Norte veio à tona numericamente o abismo social que divide a população.

O salário médio do trabalhador brasileiro fechou o ano passado em R$ 1.650,00, segundo pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Alguns privilegiados ganharam, somente no mês de junho, quantias quase 100 vezes maiores do que essa média. Dos salários divulgados de funcionários públicos lotados no Rio Grande do Norte referentes ao mês de junho, os maiores se concentram no Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

CLIQUE AQUI e veja a matéria completa no Portal DN ONLINE.

1 comentários:

José Edinardo Gomes da Silva disse...

Um dia chegarei lá com estes salários rssr