PRESO CASAL SUSPEITO DE MATAR MÃE E FILHA EM NOVA PARNAMIRIM

quinta-feira, 17 de maio de 2012
Foto: Cedida / Riva Júnior
Marlene e João Batista foram presos nesta manhã.

A Polícia Civil prendeu, na manhã desta quarta-feira (16), um casal acusado de matar duas mulheres dentro de uma casa no bairro de Nova Parnamirim. João Batista Caetano Alves e Marlene Eugênio Gomes foram detidos no bairro do Goladim, em São Gonçalo do Amarante, após investigações policiais que apontaram fortes indícios para o envolvimento dos dois. Um adolescente também foi apreendido.
De acordo com informações preliminares, João Batista trabalhava como jardineiro na casa de Olga Cruz de Oliveira Lima, localizada na rua Antônio Lopes Chaves, de número 464, em Nova Parnamirim. A mulher morava no local com a filha, Tatiana Cristina Cruz, e uma neta de dez anos de idade.
Na segunda-feira da semana passada, dia 7, Olga e Tatiana foram assassinadas de maneira bárbara e o crime teria sido presenciado pela criança. Os dois corpos foram encontrados dentro de casa, na manhã da terça-feira (8), após os vizinhos encontrarem a menina andando atordoada no meio da rua.
O crime tornou-se um mistério, no entanto, após pouco mais de uma semana, a Polícia Civil conseguiu chegar aos supostos autores. João Batista trabalhava na casa de Olga há cinco anos como jardineiro. Juntamente com Marlene Eugênio, ele teria planejado matar mãe e filha para roubar objetos de valor da casa. Para concretizar o crime, um adolescente teria participado da ação.

A Polícia Civil ainda não repassou detalhes sobre as investigações. No entanto, informações repassadas para o Portal BO dão conta que alguns objetos das vítimas foram encontrados em poder dos dois acusados. Na quinta-feira da semana passada, dia 10, a polícia havia encontrado o carro das vítimas um Fiesta vermelho que havia sido levado da casa onde aconteceu o duplo homicídio. O carro estava na comunidade de Barreiros, em São Gonçalo do Amarante.

Por Thyago Macedo e Sérgio Costa para o Portal BO.

0 comentários: