PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EX-PREFEITO POSSIDÔNIO QUEIROGA FOI REJEITADA POR UNANIMIDADE PELA CÂMARA MUNICIPAL DE PATU

quinta-feira, 26 de abril de 2012
DO BLOG DO CAMPELO...
Bem vamos lá...

Tudo começou com a abertura dos trabalhos pela vereadora presidenta Maria Helena Gentil (PPS), que saudou o vereador Xanxan (PMDB) que depois um período licenciado retornou aos trabalhos legislativos.

Vários projetos de lei foram apresentados e aprovados, outros foram encaminhados para as comissões para análise, mas o ponto alto da sessão e o momento mais aguardado por todos foi mesmo a votação das contas do ex-prefeito Possidônio Queiroga, referentes ao ano de 2004, que por UNANIMIDADE foram rejeitadas.

De acordo com a vereadora presidenta Maria Helena, o ex-prefeito Possidônio foi notificado e teve todos os direitos garantidos à sua defesa, "Possidônio teve quinze dias para se justificar e não encaminhou nenhum documento à casa, mesmo assim foi convidado a comparecer a esta reunião para que verbalmente pudesse expor os seus argumentos, o que também não aconteceu" disse a vereadora.

Em seguida as comissões deram parecer favorável a recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que recomendou a rejeição das contas do ex-prefeito, só aí a presidenta da casa pôs em votação a referida prestação de contas.

"De acordo com a recomendação do TCE e o parecer das comissões que rejeitaram as contas do ex-prefeito Possidônio Queiroga, coloco em votação a prestação de contas do ex-gestor referente a 2004, os vereadores que forem favoráveis a rejeição permaneçam como estão, os que forem contra se manifestem", estas foram as palavras de Maria Helena, e para SURPRESA  de geral da nação, TODOS, EU DISSE TODOS! os vereadores foram favoráveis a rejeição das contas do ex gestor, inclusive o DEM que tem dois representantes na casa e que de acordo com os últimos acontecimentos seguirão com POPÓ nas próximas eleições.

Sendo assim, disse a vereadora Maria Helena, "por UNANIMIDADE  de votos as contas do ex-prefeito Possidônio Queiroga da Silva Neto, foram rejeitadas por esta casa."

Enquanto isso, os vários sussurros na galeria, nos levavam a refletir sobre a postura do DEM, que se mostra aliado à POPÓ  e no entanto não se manifestou para pelo menos tentar justificar, ou ainda representar o ex-prefeito.

Na minha singela, humilde, odiada, e até amada opinião, este será o tom da campanha deste ano, que promete reunir em um só palanque o DEM e o PTB.
O discurso deverá ser bem trabalhado para que ninguém caia em contradição ou ainda gere constrangimentos em ser criticado e receber críticas no próprio território... 

Pois é os próprios aliados VOTARAM A FAVOR DA REJEIÇÃO DE CONTAS... É a oposição, dentro da oposição... Também não entendi...

 
... Bem, agora voltando para a sessão.
Fizeram uso da palavra o vereador Xanxan (PMDB), que foi taxativo em dizer que "quem anda em veredas erradas deve ser punido." O vereador parabenizou a atuação da Câmara, e pediu mais apoio do poder público para manter a APAMI funcionando. Xanxan disse ainda que dinheiro público deve ser bem investido e finalizou as suas palavras dizendo o seguinte "Hoje a Câmara Municipal de Patu fez justiça."

 
Em seguida a vereadora Ana Cristina (PSB) fez uso da tribuna e solicitou verbalmente a colocação de postes para iluminação pública e a retirada de um que se encontra em um lugar que está prejudicando várias pessoas num bairro da cidade.

 
Por  último a vereadora Lucélia Ribeiro (PT) foi a tribuna e se solidarizou com os familiares de Dona Carmelita Rocha que faleceu na madrugada desta quarta-feira. Lucélia falou ainda sobre a rejeição das constas do ex-prefeito e lembrou da sua luta, juntamente com o sindicato, junto a administração do então prefeito Possidônio que segundo ela "nunca deu ouvidos ao que falamos, nem mesmo respeitava as normas e isso causou o que hoje estamos presenciando."
A vereadora foi contundente em dizer que 2012 é um ano eleitoral e que muitos que querem voltar ao poder vão bater nas portas dos cidadão pedindo voto. "Com que cara essas pessoas irão pedir o seu voto caro cidadão?", disse Lucélia.

E finalmente a vereadora presidenta Maria Helena, encerrou em nome de Deus e da lei orgânica do município mais uma sessão.

Foi assim... 
 
Fonte: Blog do Campelo

0 comentários: